Movimento Ocupe Estelita. A ecologia da mídia e o imaginário político da cidade

Propõe-se aqui uma análise do Movimento #OcupeEstelita (Recife, PE), colocando em perspectiva a sua projeção na comunidade virtual instalada na rede social Facebook. Este fenômeno tem se irradiado de maneira presencial (atores sociais em carne e osso ocupam o espaço urbano Cais Estelita) e de maneira virtual e interativa (atores-em-rede ocupam o #CaisEstelita, forjando uma inteligência coletiva conectada).

Ambos formam uma paisagem (pós)urbana, irrigada por um imaginário político que postula a construção de uma nova forma de cidade e cidadania. Metodologicamente, o trabalho busca fazer uma mapeamento das imagens, textos, narrativas e conversações em circulação na web referentes ao fenômeno Ocupe Estelita e analisá-los com base nas percepções advindas do campo da Comunicação, dos estudos das mídias, da Filosofia e da Ciência do Imaginário (Bachelard, Durand, Maffesoli).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.